Feeds:
Posts
Comentários

About:

Site
Detalhes
Du Bois é o apelido de montanhista de Edson Struminski, mineiro, 44 anos, morador da morro Anhangava, trecho da Serra do Mar a cerca de 30 km de Curitiba, capital do Estado do Paraná. Du Bois iniciou-se no montanhismo em 1979, desenvolvendo o esporte em diversos locais do Brasil, destacando-se: Reserva Ecológica da Serra de Itabaiana (SE), Parque Nacional da Serra dos Orgãos, Tijuca e Itatiaia (RJ), Salinas e Torres de Bonsucesso (RJ), Pedra do Baú e Pico do Jaraguá (SP), Pedra da divisa (SP-MG), Parques Estaduais Pico do Marumbi, Vila Velha, Monge, Serra da Baitaca e Pico Paraná (PR) Ilha do Mel (PR), Parque Nacional do Iguaçu (PR), APA da Escarpa Devoniana (PR), Parque Nacional de Aparados da Serra (SC/RS), Itacolomi e Pedra do Segredo (RS). Também realizou escaladas em Sierra Grande (Cordoba), no Parque Nacional Nahuel Huapi (Bariloche) e Cerro Piltriquitron, em El Bolson (Argentina); no Parque Nacional El Morado (Santiago), Reserva Nacional Vulcão Mocho, na costa do Pacífico (Constituición) e na Reserva Nacional Choshuenco (sul do Chile). Tem algumas dezenas de novas vias abertas nestes lugares e, particularmente no morro Anhangava, campo-escola de escalada paranaense, onde abriu, com companheiros, dois setores de escalada recentes: Interiores (2006) e Estufa (2007). É um escalador que tem explorado diversos formas e estilos de escalada. De esportivas a grandes paredes, em solo, solitário ou em equipes. Valoriza particularmente as escaladas em estilo alpino e em móvel. Desenvolveu várias atividades profissionais dentro do esporte, como criação e confecção de equipamentos, instrutor de cursos de escalada, edição de textos sobre montanhismo até o ano de 1990 quando formou-se engenheiro florestal pela UFPR, época em que iniciou atividades acadêmicas e de pesquisa científica em montanhas, atividade que continua até hoje. É mestre em Conservação da Natureza e Doutor em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela UFPR. Nos últimos anos tem aliado conhecimentos científicos com atividades de apoio ao montanhismo, como a orientação a atividades do Programa Adote uma Montanha no Paraná. Também tem orientado alunos de pós-graduação que desenvolvem estudos em montanhas e publicado textos de referência interdisciplinares como o livro “Parque Estadual Pico do Marumbi” pela Editora da UFPR.

Posts by :

Older Posts »